Crítica: “Rei Arthur: A Lenda da Espada”

Rei Arthur: A Lenda da Espada conta mais uma vez a história do rei inglês que tirou uma espada de uma pedra. Quando vi que iam lançar o filme pensei: “Ai mais um???!! O do Clive Owen foi tão bom, pra que outro?”. Mas aí vi o trailer e pensei: “Meldels, preciso ver esse filme!”

A história dessa vez é a origem do mito, de como ele se tornou rei. Ele começa durante o reinado de seu pai, Uther Pendragon (Eric Bana), que foi usurpado pelo seu tio Vortigern (Jude Law). O pequeno Arthur acaba sendo criado em um prostíbulo, acreditando ser filho de uma das prostitutas. Anos depois, a história da espada acontece e ele acaba descobrindo quem realmente é. No meio do caminho ele encontra o pessoal da resistência ao atual rei, entre eles uma maga, vivida por Astrid Bergès-Frisbey (ela interpretou a sereia em Piratas do Caribe 4), e o Littlefinger Lord Baelish de Game of Thrones ops Aidan Gillen, cujo personagem (Bill) é bem diferente do da série. Não conhecia Charlie Hunnam, que faz o Arthur, mas gostei bastante dele! Soube dar voz ao Arthur moderninho e irônico sem ficar caricato.

Guy Ritchie (Sherlock Holmes) é o diretor e imprime em sua direção e montagem suas ideias, dando uma modernizada no filme. A sequência inicial é fantástica e de tirar o fôlego. Além disso, várias outras sequências são muito bem montadas, algumas contadas a partir de flashbacks que só Ritchie sabe fazer. A trilha sonora é fantástica e nos faz imergir cada vez mais no mundo de Arthur. Não preciso nem falar dos efeitos especiais super bem feitos, com elefantes gigantes, muita magia e personagens misteriosos. Rei Arthur: A Lenda da Espada é entretenimento do início ao fim das suas duas horas de duração.

Espero muito que tenha uma continuação! Fiquem com o trailer!

 

Veloso Bar em São Paulo: o bar das coxinhas

Veloso Bar é um bar em Vila Mariana, um bairro bem legal da zona sul de SP. Desde que me mudei pra São Paulo, reparei que o povo aqui adora uma coxinha, e um dos lugares mais famosos pra comê-la é lá. Dizem que é a melhor de SP!

O fato é que as coxinhas realmente são muito gostosas. Pedimos a porção com 6, comemos tudo e ainda pedimos mais uma! Elas são grandes, crocantes, sequinhas e o recheio  de frango com catupiry é delicioso. Não são aquelas coxinhas massudas sabe? Aprovadíssimo!

Preço

Porém, contudo, todavia, achamos os preços meio salgados: o chopp R$ 7,80 e a porção de coxinha com 6 é R$ 30,00. Mas vale a pena pra conhecer! Dizem que as caipirinhas são mara e a de jabuticaba é a melhor. Já quero provar!

Bem cheio

Como o Veloso é um lugar muito conhecido, fica LOTADO. De terça a sexta ele abre às 17h30 e tem dia que já abre com fila na porta. Minha dica é chegar cedo! Fomos numa terça e estava bem cheio, mas felizmente conseguimos uma mesa (depois de esperar um tempo em uma mesa em pé).

Onde fica

Rua Conceição Veloso, 54, Vila Mariana. Mais informações no site!

Enfim, acho que vale super a pena conhecer o Veloso Bar, as coxinhas são deliciosas mesmo! Recomendo!

Um pouquinho de Trindade

Trindade é uma vila de pescadores pertencente a Paraty. Ela é rota de turistas que curtem a natureza e lugares rústicos. Suas praias são lindas o local também possui cachoeiras e trilhas.

Há apenas uma rua principal, com várias pousadas, restaurantes e lojinhas. O clima lá é bem agradável! A vila também tem campings, pra quem gosta de ficar perto da natureza.

Dá pra ir de carro, mas não tem como parar na rua, só nos estacionamentos das pousadas.

Quando fomos lá, comemos no restaurante Larica’s, que também é uma pousada. A comida era simples, mas muito gostosa! Pedimos uma porção de peixe, que vinha com arroz, lula empanada e iscas de peixe.

A Praia de Fora é linda, pena que o tempo não colaborou pra foto!

E a primeira foto do post é da Praia do Cepilho. Como o mar estava de ressaca, quase não tinha areia. Ela é uma praia com mais ondas, bom para o surfe.

Recomendo se hospedar em Paraty e visitar Trindade em um dia! Mas se você curte lugares mais rústicos, esse é o lugar. 

Beijos, Helena.

Clipes da semana!

Essa semana foi meu aniversário, então pra comemorar com muita música selecionei clipes e músicas recentes/que eu gosto! Se você perdeu o último “Clipes da semana” clica aqui!

Despacito

A música mais tocada atualmente, Despacito gruda na cabeça que só! Ficou mais popular depois que lançaram uma versão com Justin Bieber, e vou deixar as duas pra vocês decidirem qual preferem:

 

Tem a paródia da Kéfera com Felipe Castanhari, Dez Pras Cinco, que ficou muito engraçada!

Galway Girl

Mais uma do Ed! Semana passada ele lançou o clipe de Galway Girl, mais uma música viciante do seu álbum ÷. O próprio Ed foi o câmera e a fofa atriz Saoirse Ronan é a estrela.

Malibu

Miley Cyrus largou a #v1d4l0k4 e lançou Malibu, escrita para seu noivo Liam Hemsworth. Coisa linda de clipe! E a letra é muito amor também. <3

Kissing Strangers

DNCE  é a banda do Joe Jonas, e eu adoro o estilo das músicas deles! Recentemente lançaram Kissing Strangers com Nicki Minaj e dá vontade de dançar.

Te Assumi Pro Brasil

Adoro as músicas de Matheus & Kauan, e essa é linda! Canto muito no carro! haha

Don’t Let Me Be Yours

Zara Larsson acabou de lançar esse clipe, gostei! Ela é uma artista pra ficar de olho, suas músicas são muito boas!

The Cure

Lady Gaga também tem lançado coisa nova, e seu último single é The Cure. Ainda não tem o clipe, mas deixei aqui o lyric video:

Green Light

Lorde andou sumida, mas recentemente lançou Green Light, um pouco diferente do estilo de música que ela fazia, mas igualmente boa! Dá vontade de dançar na hora!

Send My Love

Só porque amo muito esse clipe e essa música – e esse Dolce & Gabbana que Adele diva maravilhosa está usando. Adele sua linda, tô com saudade!

Espero que tenham gostado da seleção! Beijos!

*Imagem via Disney Irônica.