Diário de viagem da Serra Gaúcha: Bento Gonçalves e Vale dos Vinhedos

O Rio Grande do Sul é o grande produtor de vinhos do Brasil. Há diversas vinícolas familiares e outras mais modernas espalhadas pelas cidades, entre elas Bento Gonçalves. A cidade em si não é grande e nem tem muito o que fazer, mas tem dois passeios bem legais: andar de Maria Fumaça e visitar as vinícolas no Vale dos Vinhedos. Fizemos os dois passeios em dias diferentes porque nos confundimos com os horários da Maria Fumaça e fizemos o passeio de tarde ao invés de pela manhã. Foi até bom porque no dia choveu muito e não iríamos aproveitar os vinhedos. Agora chega de falação e vamos às dicas!

Maria Fumaça

11-07-16 (5)

A Maria Fumaça sai de Bento e vai até Carlos Barbosa, passando pela estação de Garibaldi. São duas opções de acordo com os horários: ou você vai de trem direto de Bento e pega um ônibus (incluído no preço) em Carlos Barbosa, ou pega o ônibus em Bento e volta de trem. Como rolou a confusão dos horários (prestem bastante atenção nisso quando forem!) fomos de Maria Fumaça até Carlos Barbosa e voltamos de ônibus. O passeio é ótimo! Cada hora entra um grupo no vagão dançando e cantando músicas italianas e gaúchas. Muito divertido! E quando pegamos o ingresso na bilheteria recebemos uma mini taça de plástico para as degustações, ou seja, passeio animado e regado a muito vinho tchê.

11-07-16 (6)

Também é incluído no passeio uma visita ao museu Epopeia Italiana, que conta como foi a viagem dos italianos para o Rio Grande do Sul em busca de melhores condições de vida. Super interessante! E também tem degustação haha.

Dica: não façam o passeio em uma segunda-feira! Nada abre na cidade, acabamos indo almoçar no Subway porque os restaurantes estavam fechados, uó. A chuva atrapalhou um pouco, mas como ficamos no trem ou nas estações, não foi tão ruim.

Vale dos Vinhedos

Gente, o Vale dos Vinhedos é mágico! Fomos lá num dia ensolarado e foi maravilhoso o passeio. Primeiro visitamos a vinícola Miolo. A visita guiada custa 25 reais por pessoa e tem 5 reais revertidos para compras depois. Lá o guia explica tudo sobre a vinícola, processo de fabricação do vinho e tudo o mais, além da degustação dos vinhos produzidos por ela.

Depois do almoço foi a vez de visitar a vinícola Don Laurindo, bem familiar, e Almaúnica, onde também degustamos vinhos deliciosos. Na Casa Valduga, que é na verdade um Complexo de Enoturismo com hotéis e restaurantes, fizemos a visita guiada na vinícola, que inclui uma taça de cristal. Acho que seria ótimo ficar hospedada lá só pra tomar vinho todos os dias! Haha

13-07-16 (6)

Degustação ao final da visita da Miolo

13-07-16 (33)

13-07-16 (28)

13-07-16 (29)

13-07-16 (39)

Casa Valduga

13-07-16 (46)

Esse é o último post do diário de viagem, se tiverem alguma dúvida só falar. E aguardem o post dos restaurantes, vai dar água na boca!

Beijos, Helena.