Diário de viagem da Serra Gaúcha: Restaurantes

A melhor parte do diário de viagem chegou: os restaurantes! <Pra ver os outros clica aqui.>

Gramado e a região da Serra Gaúcha têm ótimos restaurantes, mas aviso logo que os preços não são tão agradáveis! Nesse post vou comentar os que fui e gostei e os que não recomendo.

Restaurante do Hotel Ritta Höppner – Gramado

Gente, melhor restaurante que fui na viagem! Apenas MARA. O restaurante do Hotel Ritta Höppner é atualmente o melhor restaurante da cidade no Trip Advisor e foi lá que achamos ele. Fomos almoçar em um dia e no outro dia fomos no chá da tarde no estilo inglês (delícia). Ele é um restaurante de culinária alemã, mas como já estávamos cheios de comer muito todos os dias não optamos pelo menu alemão, onde eram servidos vários pratos em seguida. No almoço pedi a Salada Otto, com queijo brie à milanesa, e depois pedi o creme de batata – tudo maravilhoso. Fernando pediu a entrada Salmão Gravlax e adorou também. Pra acompanhar tomamos uma cerveja Edelbrau, que é fabricada na cidade vizinha.

14-07-16 (19)

Salada Otto

14-07-16 (33)

Creme de batatas

Lá no dia do almoço ficamos sabendo que o restaurante também tinha um chá da tarde, e eu como adoro um lanchinho fiquei doida pra ir. haha O chá é servido no estilo inglês, com esse suporte para os pratinhos super fofo:

16-07-16 (7)

A comida e a bebida são à vontade, e são várias opções de bebidas! Fiquei apenas apaixonada. <3  Fora o ambiente que é delicioso e aconchegante! Selo Helena de qualidade!

Bistrô Ambrosia – Gramado

No segundo dia na cidade passamos por um bistrô fofinho com peles em cima das cadeiras ao lado da Matriz de São Pedro. Na hora do jantar resolvemos ir lá porque parecia super aconchegante. E não é que era? E ainda por cima tão delicioso que fomos lá mais de uma vez. O atendimento é excelente e o ambiente é uma delícia. E o Ambrosia ainda é um bistrô familiar: o marido é o chef e a esposa atende os clientes – e é um amor de pessoa. Nossa pedida foi o vinho da casa e a pizza Zaccaria, surpreendente (tem um ovo no meio) e gostosa! Ainda provamos o apfelstrudel (torta de maçã alemã) e o mil folhas. Só de lembrar dá água na boca!

DiPaolo – Gramado

O restaurante Casa DiPaolo é uma galetteria italiana famosa na região. A gente paga por pessoa e vem comida à vontade – não é baratinho não. Tem massa, salada, polenta frita e, é claro, o galeto. Bem gostoso, recomendo!

Vue de la vallée – Gramado

O Vue de la Vallée é um rodízio de fondue – muito comum na cidade. Também é no esquema paga por pessoa e comida à vontade – e quanta comida! No rodízio comemos o de queijo, carne e chocolate. Pena que no final eu já estava tão cheia que quase não comi o de chocolate, estava tudo uma delícia!

Santê Bistrô  – Canela

Esse bistrô foi a nossa salvação da tarde de passeio em Canela, porque todos os outros restaurantes já estavam fechados quando voltamos do Parque do Caracol. Ele é bem gostoso, a decoração é super legal! Fiquei com vontade de provar os cafés, tinham várias opções no menu. Pedi um macarrão vegetariano – de espinafre – com legumes, que tava bem gostoso! É uma boa opção na cidade, principalmente depois das 15h.

Mamma Gema Trattoria – Vale dos Vinhedos

No Vale dos Vinhedos fomos almoçar no Mamma Gema, uma delícia. Como todo restaurante italiano, lá tem massas, risotos, carnes e vinhos. Não é muito caro, o prato servia duas pessoas. Pedimos uma massa que não lembro mais o nome e não tem no site, mas era super fresca com tomates, manjericão e ervas.

13-07-16 (88)

Pub Edelbrau – Nova Petrópolis

No nosso último dia fomos encontrar uns amigos em Nova Petrópolis, a 30 min de Gramado. Eles nos chamaram pra ir no pub da cervejaria Edelbrau, que tinha acabado de ser inaugurado. A cerveja é bem gostosa e como no mesmo dia tínhamos ido no chá da tarde do Ritta Höppner, ficamos só na batatinha frita. Além de pub lá também funciona como restaurante, fiquei com vontade de voltar!

Não recomendo

Infelizmente a gente nem sempre a gente acerta na escolha do restaurante né. Nos decepcionamos bastante com a Churrascaria Garfo e Bombacha, em Canela, e com o Café colonial Bella Vista. A churrascaria tem um “show típico” – ok -, mas o preço é absurdo, e a comida tava fria. Pra mim então que nem como carne vermelha não valeu nem um pouco à pena. Além disso o vinho da casa é muito ruim. Já o Bella Vista é um café colonial – tipo chá da tarde – bem tradicional na região, mas a comida é bem fraca. Também é no estilo buffet – caríssimo, mais de 70 reais por pessoa – e tudo é muito massudo e não muito gostoso.

E é isso gente! Espero que tenham gostado da série de posts sobre a Serra Gaúcha, e se quiserem mais dicas só falar!

Beijos, Helena.