#5filmes de Quentin Tarantino!

Quentin Tarantino é um dos meus diretores preferidos. Seus filmes possuem diálogos intermináveis – e algumas vezes meio sem sentido – e sequências sangrentas. Além disso, ele sabe como ninguém construir personagens fortes e marcantes, sejam eles homens ou mulheres. Ah, e sempre trabalha com atores incríveis. Seus filmes são filmes inteligentes e esteticamente muito bem feitos, que renderam muitos prêmios. Na tag #5filmes de hoje trouxe os que mais gosto do diretor.

1 – Django Livre

Amo Django! Foi o primeiro filme do Tarantino que eu vi no cinema, e que filme! Tem crítica aqui. Django é um escravo liberto que volta à fazenda em que trabalhava para libertar sua esposa. No elenco estão Jamie Foxx (Django), Kerry Washington, Leo DiCaprio, Samuel L. Jackson e Christoph Waltz.

2 – Bastardos Inglórios

Bastardos se passa durante a Segunda Guerra Mundial, onde um grupo de soldados judeus norte-americanos tramam um atentado ao comando nazista. Ao mesmo tempo, uma judia dona de um cinema trama uma vingança. Conta com Brad Pitt, Diane Kruger e Christoph Waltz, entre outros, no elenco.

3 – Os 8 Odiados

Que experiência incrível assistir a esse filme no cinema! Nesse faroeste, Samuel L. Jackson é Major Marquis Warren, um caçador de recompensas que se refugia de uma tempestade em uma espécie de choupana, com várias figuras estranhas. No elenco estão Channing Tatum, Kurt Russel e Jennifer Jason Leigh, entre outros. Também tem crítica, aqui.

4 – Kill Bill: Volume 1

Em Kill Bill, Uma Thurman é uma noiva que acorda de um coma de 4 anos e parte em busca de vingança contra quem tentou matá-la. Tem o Volume 2 (que ainda não vi), e o Volume 3, que foi anunciado!

5 – Pulp Fiction

1994. Esse é um dos mais clássicos do Tarantino. As vidas de dois assassinos de aluguel, a esposa de um gângster e um boxeador se encontram, criando situações bizarras. Não sei nem explicar direito! haha No elenco: Uma Thurman, John Travolta, Bruce Willis, Samuel L. Jackson, entre outros.

Quentin Tarantino é um apaixonado por cinema e revela isso nos seus filmes. Deu até vontade de rever alguns!