Crítica: “(Dis)Honesty: The Truth About Lies”

Na Netflix tem todo tipo de coisa, e vários documentários interessantes. Um que assisti recentemente foi (Dis)Honesty: The Truth About Lies [em tradução livre: “(Des)Honestidade: A Verdade Sobre As Mentiras”], de Yael Melamede.

O documentário conta sobre a pesquisa de Dan Ariely, um economista que estuda o comportamento humano. Seu foco maior é na desonestidade, e como e por que o ser humano mente.

No doc, Dan e sua equipe conduzem vários experimentos para catalogar as formas como as pessoas mentem. Ao mesmo tempo, são exibidos vários depoimentos de pessoas que mentiram e sofreram consequências diversas por isso. E é tudo muito impressionante! A narrativa é muito bem desenvolvida, com várias explicações que deixam a gente pensando muito.

Gosto de documentários que me fazem pensar. E enquanto assistia a (Dis)Honesty, pensei muito no “jeitinho brasileiro”. A gente acha que é só aqui que as pessoas mentem e trapaceiam, mas as pesquisas são conduzidas em vários lugares e em todos são constatadas as mentiras. É uma coisa inerente ao ser humano, que a gente faz principalmente se vemos outras pessoas fazendo também. E é triste a gente ver o quanto isso é comum.

Fica a reflexão e a dica do filme!

Beijos, Helena.