Crítica: “Lion – Uma Jornada Para Casa”

Lion – Uma Jornada Para Casa conta a história real de Saroo, um menino indiano que após ficar perdido em Calcutá aos 5 anos é adotado por um casal australiano. Depois que Saroo cresce, ele começa a buscar sua família na Índia.

O filme começa com Saroo pequenininho sendo interpretado por Sunny Pawar – um ator maravilhoso e cativante apesar da pouca idade, e após uma passagem de 20 anos o personagem é vivido por Dev Patel, de Quem Quer Ser Um Milionário. Os pais adotivos são vividos por Nicole Kidman e David Wenham. Rooney Mara também está no elenco e interpreta a namorada de Saroo.

O filme mostra a realidade de crianças perdidas na Índia e tudo o que Saroo enfrenta até chegar a um orfanato. Depois de ser adotado ele se muda para a Tasmânia e vive com os pais adotivos até ir para a faculdade e é aí é que Saroo começa a sua busca pela família indiana. Mesmo com poucas informações sobre sua origem, ele usa o Google Earth para tentar localizar o vilarejo onde vivia.

Só achei que faltou um pouco de profundidade no tema do irmão adotivo de Saroo, que ficou meio jogado na história. Mas ok. A trilha sonora é muito bonita e conduz bem o filme – não é à toa que rendeu uma das 6 indicações de Lion ao Oscar desse ano. Além disso, a fotografia é incrível, com takes aéreos lindíssimos.

É um filme bonito, tocante e emocionante, que mostra a jornada de Saroo em busca de sua família e de seu lugar no mundo. Sua angústia é sentida do outro lado da tela e o final é de chorar muito! Mas vale muito a pena assistir.

(Visited 5 times, 1 visits today)