Cidade de Québec

Enquanto estava fazendo meu intercâmbio em Montréal, tive a oportunidade de ir à cidade do Québec, capital da província do Québec. Em Montréal tem várias agências de turismo chinesas que cobram um preço super em conta pela viagem de um dia, e foi assim que conheci Québec. É um passeio bem legal de se fazer em um dia, são cerca de 3h de viagem.

Québec é a cidade mais antiga do Canadá, e fica às margens do Rio Saint Laurent.

Montmorrency Falls

Antes de chegar à cidade de Québec, a excursão passou pelas cataratas de Montmorrency, om 83 metros de altura. É uma cachoeira muito bonita, e fica a 12km de Québec.

Atrações em Québec

Entre as atrações da cidade de Québec está a Citadelle, instalação militar cercada por uma muralha.

Outra atração é o Chatêau Frontenac, um hotel enorme da rede Fairmont, construído nos moldes dos castelos franceses em 1893. Ele fica na parte alta do centro histórico.

O grande hotel Fairmont Château Frontenac

A Promenade des Governeurs passa pela parte histórica e pela Citadelle.

O centro histórico é uma graça de lugar, com construções super antigas. Tem muitos hotéis, restaurantes e lojinhas.

A parte baixa do centro histórico também é bastante turística, e se chama Quartier Petit Champlain.

Pintura em um prédio no Quartier Petit Champlain.

O Parlamento do Québec é um prédio de 1886, e não fica longe do centro histórico. Também é um lugar legal pra ver, tem um jardim lindo na frente!

Fora do centro histórico não há muito o que ver, o que torna Québec uma cidade para visitar em no máximo dois dias. Lá o idioma falado é exclusivamente francês, diferente de Montreal que é bilíngue (francês e inglês). Mas como a cidade recebe muitos turistas, os atendentes das lojas falam inglês também.

Niagara Falls

Niagara Falls é uma cidade localizada em Ontario, no Canadá, perto da divisa com os Estados Unidos. São duas quedas d’água, uma do lado canadense e outra do lado americano. Se você já viu a clássica cena do desenho do Pica Pau onde o guardinha desse uma catarata dentro de um barril, esse é o lugar.

As cataratas de Niagara são a maior atração da cidade, recebendo turistas o ano todo. Fui no inverno, então tinha muito gelo. Mas mesmo assim não deixou de ser uma visão bonita. No verão pode-se fazer vários passeios, inclusive um por trás das cataratas.

Acesso

É fácil ir de Toronto para Niagara Falls. Fomos de carro e foi muito tranquilo. Existem também muitas excursões diurnas, já que em um dia dá pra visitar as cataratas e ver a cidade. A visitação das cataratas é gratuita, e tem até lojinha de souvenirs.

Atrações

Além das cataratas, Niagara conta com diversas atrações para turistas. Tem a Niagara Sky Wheel, uma roda gigante panorâmica, de onde se vê toda a cidade de uma altura de 53 metros. Nós fomos e achamos bem legal!

A rua Clifton Hill parece um pedaço de Las Vegas no meio do Canadá. Os letreiros das lojas são super luminosos e exagerados, bem divertido.

A Skylon Tower é outra atração da cidade. Lá tem várias atividades para a família, além de um restaurante. A subida da torre é a principal atração da torre, e foi o que fizemos. Tem um deck de observação externo bem legal, mas como fomos no inverno o vento era muito forte!

Vinhos

Passando pela estrada que leva a Niagara Falls, vimos muitos vinhedos e descobrimos que a região é produtora de vinhos. Durante o inverno é meio impossível visitar as vinícolas, mas nas outras estações tenho certeza de que é uma delícia!

Niagara-on-the-Lake

Na saída de Niagara Falls aproveitamos para passar em Niagara-on-the-Lake, cidadezinha à beira do rio Niagara. É uma cidade muito charmosa, com arquitetura do século XIX. Queria ter tido tempo de aproveitar mais! Acho que deve ser muito gostoso se hospedar lá e aproveitar pra conhecer as vinícolas.

HM em Campos do Jordão: dicas gerais

No post de hoje vou dar umas diquinhas gerais sobre Campos do Jordão! Se você não viu, aqui estão posts mais específicos sobre a cidade:

Parque Amantikir

Borboletário Flores que Voam

Aventura no Rancho

Restaurantes

Campos do Jordão é uma cidade deliciosa, mas ir no feriado de Corpus Christi não foi uma boa ideia. Como é um feriado próximo ao inverno, todo mundo de São Paulo sobe a serra, e por isso tinham muitas filas e trânsito na cidade. Sugiro pra quem mora relativamente perto ir em algum final de semana qualquer da vida, pra poder aproveitar melhor.

Acomodação

A cidade possui diversas opções de hotéis e pousadas, mas tem que procurar bastante pra achar alguma coisa com preço bom. Ficamos no hotel Shallom, e foi ok. O quarto era bem escuro, todo em madeira escura, e o café da manhã era ok. Mas o atendimento é muito bom! Os funcionários são muito simpáticos e solícitos.

Teleférico

O teleférico de Campos do Jordão tem mais de 40 anos e funciona direitinho. Continuo tendo medo de altura mesmo depois de fazer arvorismo no Aventura no Rancho, mas achei o passeio bem legal! Por 16 reais a gente sobre até o Morro do Elefante – que tem uma vista linda – e desce.

Fábrica de Chocolate Araucária

No penúltimo dia fomos à Fábrica de Chocolate Araucária, do ladinho do nosso hotel. Os chocolates são bem gostosos, e lá eles têm opções de cafés e crepes. Comi um crepe de morango com chocolate maravilhoso!

Fábrica da Baden Baden

A fábrica da cerveja Baden Baden também se encontra na cidade, um pouquinho afastada. A visita tem que ser agendada com antecedência, mas do lado de fora tem um mini bar onde se pode tomar as deliciosas geladas da marca.

Capivari

Capivari é o bairro mais pop de Campos do Jordão. Lá tem algumas ruas onde só andam pedestres, tornando tudo mais gostoso. Os principais restaurantes da cidade estão concentrados em Capivari, e é um ótimo passeio noturno.

A post shared by Helena Mattos (@helenamattos) on

Apesar de toda a quantidade de gente que tinha na cidade conseguimos aproveitar o frio e os passeios! Campos do Jordão é uma cidade muito gostosa e já quero voltar. A arquitetura no estilo suíço é linda!

Espero que gostem das dicas, qualquer coisa é só perguntar!

Beijos, Helena.

HM em Campos do Jordão: restaurantes!

O post de hoje é o mais gostoso de Campos do Jordão: o dos restaurantes! A cidade tem diversas opções gastronômicas, mas devo avisar que os preços em geral são altos. É claro que dá pra encontrar lugares com preços justos, e foi o que fizemos. Separei os que mais gostei por ordem de delícia:

Cantina Italiana di Nonna Mimi

A Cantina Nonna Mimi é uma cantina italiana muito aconchegante e deliciosa. Os pratos servem duas pessoas, e pedimos um ravioli de mussarela de búfala ao sugo que estava maravilhoso! Pra acompanhar tomamos um vinho – acabou que pegamos uma promoção do vinho com o prato e saiu super em conta para duas pessoas. No final comemos uma banana flambada de sobremesa que foi feita na hora na nossa frente. Mara! Melhor refeição que fizemos na cidade, além do atendimento excelente.

Endereço: Av. Dr. Januario Miraglia, 2438.

Santa Sopinha

Frio pede sopa, certo? Vimos a indicação do restaurante Santa Sopinha no TripAdvisor e resolvemos ir lá à noite. Tinha uma fila de espera, mas foi bem tranquilo. Fomos muito bem atendidos e a sopa era deliciosa! Pedi uma de tomate e amei. Os preços são bons e justos, e o ambiente muito aconchegante.

Endereço: Av. Vitor Godinho, 231 – Capivari.

Chef Romario

Na volta do Aventura no Rancho e do Borboletário encontramos um buffet ótimo na estrada que vai até o Horto. Pagamos 35,90 por pessoa e comemos a vontade. A comida é saborosa e o restaurante possui muitas opções no almoço. Pra acompanhar pedimos uma Baden Baden Weiss, cerveja de trigo levinha da cervejaria da cidade.

Endereço: Avenida Pedro Paulo, 7055.

Caldo no pão italiano

Não lembro o nome do lugar que comemos, era tipo um café. Mas comi um caldo de batata baroa (mandioquinha) muito gostoso! E esse prato tem em vários restaurantes por lá, então é fácil encontrar.

Espero que tenham gostado das dicas! Comer é sempre uma das melhores partes de viajar!