Um pouquinho de Trindade

Trindade é uma vila de pescadores pertencente a Paraty. Ela é rota de turistas que curtem a natureza e lugares rústicos. Suas praias são lindas o local também possui cachoeiras e trilhas.

Há apenas uma rua principal, com várias pousadas, restaurantes e lojinhas. O clima lá é bem agradável! A vila também tem campings, pra quem gosta de ficar perto da natureza.

Dá pra ir de carro, mas não tem como parar na rua, só nos estacionamentos das pousadas.

Quando fomos lá, comemos no restaurante Larica’s, que também é uma pousada. A comida era simples, mas muito gostosa! Pedimos uma porção de peixe, que vinha com arroz, lula empanada e iscas de peixe.

A Praia de Fora é linda, pena que o tempo não colaborou pra foto!

E a primeira foto do post é da Praia do Cepilho. Como o mar estava de ressaca, quase não tinha areia. Ela é uma praia com mais ondas, bom para o surfe.

Recomendo se hospedar em Paraty e visitar Trindade em um dia! Mas se você curte lugares mais rústicos, esse é o lugar. 

Beijos, Helena.

Como usar meia-calça!

O inverno tá chegando, mas a gente não quer deixar de usar vestidos, saias e shortinhos né? Mas como fazer com o frio? Simples, coloque uma meia-calça bem linda que nem a Blair Waldorf aí em cima e saia por aí. Trouxe nesse post algumas ideias para usarmos muita meia-calça!

Meia arrastão e estampada

A meia arrastão tem aparecido bastante, principalmente debaixo do jeans detonado. Mas também temos outros modelos de meias estampadas/desenhadas que  também funcionam muito bem nos looks invernais.

Meia preta e colorida

Meia preta é um clássico! Mas você também pode apostar em tons escuros como bordeaux, azul escuro, verde musgo. Tem tudo a ver com o inverno!

Dica: abuse das botinhas

Inverno é a época pra tirar as botinhas da sapateira, então abuse delas! Botinhas e botonas deixam qualquer look charmoso e com cara de inverno. Dica: o combo bota + vestido é só amor!

Não indico muito usar sapatos abertos, ficam bem estranhos com meia-calça. hehe Além de botinhas, você pode usar scarpin, sapato oxford, sapato boneca (acho mega fofo), sapato tipo masculino. Ai, é uma infinidade de opções!

Espero que tenham gostado das ideias! Quem aí também curte usar meia-calça? Eu já até comecei! haha 

Beijos, Helena.

Dicas de Paraty!

Paraty é uma cidade histórica no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, sendo destino turistas brasileiros e estrangeiros. Considerada Patrimônio Histórico Nacional, ela foi de grande importância no século XVIII por escoar a produção de ouro e pedras preciosas de Minas Gerais. É uma cidade incrível! Hoje trouxe algumas dicas para você curtir essa cidade charmosa.

O centro histórico

Paraty tem o centro histórico mais fofo da vida! Ele foi construído no estilo colonial e está bem conservado. Lá a gente encontra muitas lojinhas de artesanato, restaurantes, bares, de tudo um pouco. E podemos andar tranquilamente nas ruas, já que o trânsito de carros é proibido.

Recomendo levar um tênis para andar nas ruas de pedras “pés-de-moleque”, que são grandes e irregulares (quem já foi a Tiradentes ou Ouro Preto já sabe como é). Salto nem pensar! haha

Ah, e como é uma cidade com muita vegetação natural, Paraty tem muitos insetos. Esteja preparado com um repelente na bolsa!

No entorno da praça da Igreja da Matriz há vários bares e restaurantes para curtir de dia e de noite. Se você gosta de cachaça, aproveita e pede o drink Jorge Amado, feito com a cachaça Gabriela (que leva cravo e canela e é produzida na região). Delícia!

Praias

Muitas praias de Paraty só têm acesso de barco, e algumas são possíveis chegar de carro. A cidade possui inúmeras ilhas, e dá pra visitar no passeio de escuna. Super recomendo! Já fiz o passeio duas vezes e é realmente lindo. Há várias agências de turismo na cidade que oferecem o passeio de 5 horas. O preço gira em torno de 50-60 reais por pessoa, fora os gastos com alimentação. São normalmente 4 paradas de 20 a 40 minutos, e dá pra aproveitar bastante!

Minha dica é pesquisar um pouco antes de escolher qual passeio fazer por causa da variação de preços. Para o barco, recomendo levar alguma roupa quentinha pra colocar por cima da roupa de banho, porque no mar venta! Ah, e um dinheirinho para o almoço.

Acomodação

Paraty tem muitas pousadas lindas! Recomendo ficar próximo ao Centro Histórico, que aí é mais fácil para você se locomover pela cidade. Já fiquei na Pousada do Ouro e na Pousada Arte Urquijo. Gostei mais da segunda, que é menorzinha e o café da manhã era maravilhoso, apesar de as duas serem deliciosas!

A cidade da cachaça

Paraty é conhecida também pela sua produção de cachaça. Nas agências de turismo da cidade há também opções de passeios de jipe visitando os alambiques e as cachoeiras. Visitei o alambique Pedra Branca, que produz a cachaça Gabriela. Os principais alambiques são abertos à visitação, e tem degustação!

Paraty é uma cidade linda, super aconchegante e charmosa que vale muito a visita!

 

Como fazer um bullet journal

Bullet journal, ou bujo como é carinhosamente chamada, é uma técina de organização de ideias e tarefas em listas. Ela foi criada pelo designer Ryder Carroll e disseminada no mundo em 2016 (leia-se virou modinha). Eu, que não resisto a uma modinha, adoro fazer listas, amo organização e sou a louca da papelaria (e da farmácia também, mas isso não vem ao caso agora), comecei 2017 fazendo o meu.

Ryder fez um site pra ensinar a técnica e compartilhar tudo sobre o bullet journal, e é bem simples. E tem esse vídeo no youtube ensinando a fazer (com legenda em português):

 

No começo fiquei perdida e pensando em como fazer o meu, qual seria a melhor maneira de fazer dar certo. Depois de muito pesquisar no Pinterest (o que seria de mim sem você, dear?), fiz uma tentativa que por enquanto está dando certo.

Legenda

Como já tinha feito umas listas no meu caderno novo, comecei depois delas e fiz a página da legenda. Ela é muito importante pra você entender os códigos que for utilizar (às vezes a gente esquece o que é cada coisa!).

Índice

O índice é pra você saber exatamente onde escreveu suas listas e agenda, e o meu fiz assim:

Numeração de páginas

É importante também numerar as páginas, pra você poder fazer o índice e se organizar melhor. Não precisa numerar todas de uma vez, vá fazendo isso à medida que for preenchendo as páginas.

Calendário / Agenda

O bullet journal também funciona como agenda. Fiz a forma como Ryder ensinou, com uma página com as datas do mês, onde você vai anotar as datas importantes, aniversários, etc.

E na outra página fiz uma agenda semanal. Primeiro dividi tudo por dias, mas achei que ficou apertado e depois deixei a semana inteira lá. Reparem na minha super rotina de dona de casa haha

Ryder ensina a fazer a agenda diária, que eu acho legal, já que a ideia do bujo também é anotar o que você fez durante o dia, como um diário mesmo. Como ainda estou me adaptando e experimentando, vou vendo como vai ficar melhor pra mim.

Tracking

Tracking é o registro de suas atividades. Você pode fazer vários esqueminhas, por exemplo de quanto de água bebeu durante o dia, quantas vezes foi à academia na semana. Por enquanto fiz dois esqueminhas: água nas plantas (não posso esquecer, senão as coitadinhas morrem!) e dias que fui à academia.

Listas

Além de agenda e diário, o bullet journal também pode reunir suas listas de vida, de coisas que quer fazer durante o mês, o ano, etc. Então aí vão algumas dicas:

Filmes para assistir

Metas para o ano

Séries para terminar

Listas de compras

Wishlist (lista de desejos)

Livros para ler

Vinhos para provar

É basicamente isso! Se quiser ver mais, tenho uma pasta no Pinterest com muitas inspirações!É importante você escrever frases curtas, pra facilitar não só a escrita das listas mas também para melhor visualização. Agora é só escolher seu caderno e ir experimentando!